blog da cia
 
18
Novembro

Espadrilles – O item “must have” do Verão 2012

Os espadrilles (também conhecidos como alpargatas), aqueles sapatos feitos com salto anabela de corda ou cortiça, apareceram de mansinho há algumas estações e prometem bombar no verão 2012. Esse tipo de sapato chegou com tudo no SPFW e virou o "must have" das famosas.

O legal é que hoje já existem vários tipos de espadrilles: peep toe, scarpin, de tecido, couro, nobuck, verniz...

Vale criatividade para escolher o espadrille que é a sua cara. E por isso, além de lindos e descolados, esses sapatos combinam com qualquer look. Pode colocar com calça jeans, saia longa ou curta, shorts e vestido.

Dicas para arrasar de espadrilles:
Look sexy: espadrille + vestido ou saia justa
Look hippie: espadrille + saia longa + t-shirt
Look romântico: espadrille + vestido floral
Look rocker: espadrille + com calça jeans + jaqueta de couro

Fonte:
Texto:
http://atrevida.uol.com.br 
Fotos: Divulgação
e www.legadodamoda.com.br  

 
21
Outubro

Da cintura aos pés: saias longas estão super em alta

Elas deixam as mulheres charmosas e estilosas. Confira dicas de como usar as saias longas e fique linda!

Por Andrezza Nicolau - Rede Bahia

As saias longas foram muito usadas no inverno, e continuam super em alta para o verão. Elas deixam qualquer mulher com um toque de feminilidade e charme, além de serem confortáveis e versáteis. Podem ser usadas de dia, ou à noite. Tudo vai depender dos acessórios que irão compor o visual (sandália, rasteiras, brincos, etc).

A elegância das saias longas é indiscutível, e o fato de alongarem a silhueta das mulheres é algo que conta mais ainda ao seu favor. As altas e magras podem e devem usar e abusar do comprimento. As baixinhas devem usar as saias com cintura mais alta para alongar, e cores fechadas, de preferência. E as gordinhas podem apostar em tons escuros. Os cintos largos são grandes aliados!

Se você optar por uma saia estampada, use uma blusa lisa, ou no caso da saia lisa, abuse das blusas estampadas. Se preferir usar uma blusa mais larguinha, coloque-a por dentro da saia. Isso vai ajudar a afinar o seu quadril. Enquanto aos calçados, é importante lembrar que as longas não caem bem com sapatos sociais e sandálias de salto fino. Opte pelas anabelas, rasteirinhas, espadrilles, chinelos, crogs, entre outros.

Vale apostar nas saias longas. As lojas estão recheadas delas, em vários tons, cores e estampas. Use aquela que mais combina com você e agregue ao visual os acessórios que fazem parte do seu estilo. E as baixinhas não precisam ficar fora dessa onda. Como foi colocado acima, é só saber como usar. Veja alguns modelos e formas de usar!

Fonte: www.ibahia.com

 
02
Setembro

COLOR BLOCKING ou COLOR BLOCK!

Por Daniella Passaretti
Personal Shopper / Consultora de Imagem

Você sabe o que isso significa: color blocking ou color block? O termo (que pode ser falado de ambas as formas) consiste em misturar peças de cores diferentes em um mesmo visual, formando ‘blocos de cores".

A moda color blocking veio muito presente no Inverno, dando um toque de cores aos looks básicos da estação. Mas, de acordo com os últimos desfiles da moda Primavera/Verão 2012, essa tendência de mistura de cores também estará muito presente nas ruas quando começar o verão brasileiro. As peças de cores diferentes vão garantir alegria e espontaneidade ao visual feminino.

Essa tendência permite a mistura de cores, no entanto, deixando de lado as estampas coloridas e pegando as peças de cores diferentes e juntando em um só visual. Pode-se usar as cores roxas, azuis, amarelas, vermelho, rosa Pink, laranja... nunca se esquecendo de usar peças de cores alegres e super vivas. Daí sim você estará seguindo as tendências da moda color blocking.

Apesar de parecer ser fácil combinar as cores, devemos ter cautela na hora de nos vestirmos. Para compor um look color blocking, o essencial é fazer com que as cores das roupas fiquem contrastadas no look, porque isso é o que dá alegria ao visual, e não se deve usar cores de tons aproximados, pois ficará sem harmonia.

Use e abuse dos contrastes, use cores com tons bem diferentes umas das outras, e com certeza você não vai errar na hora de se vestir. E para você que acha que não vai ficar bem com a mistura de cores, use uma cor mais neutra (exemplo, o bege) com uma cor mais marcante (exemplo, o roxo). Se você quiser seguir as tendências de verão, essa é uma delas: color blocking.

 
18
Julho

EM AGOSTO, MEGA POLO MODA COLEÇÕES, NA CAPITAL PAULISTA

 
08
Julho

Saiba como usar os modelos e comprimentos de casacos

Coberturas se transformam em verdadeiras protagonistas de uma produção

Mais do que uma peça para aquecer, o casaco pode ser o elemento principal de uma produção. Promovido a vestido ou herdado de uniformes militares, ele pode assumir diferentes postos e combinações. Invista em modelos clássicos e cores neutras se quer aproveitar o seu nas mais variadas ocasiões. Escolha o corte:

Bolero
A versão curtíssima, quase só de mangas, é indicada para mulheres com seios pequenos ou médios. Seios grandes ficam mais evidentes ainda sob o bolero. Ele é uma ótima opção para equilibrar pantalonas ou cobrir um pouco os vestidos.

Casaqueto
É um casaco curto que vai bem com vestidos, calças e saias sem volume, porque geralmente é amplo. A peça é perfeita para a meia-estação e para esconder a barriguinha saliente. Apenas evite-o se tiver o corpo muito retangular.

Blazer
O atual possui ombreira, é mais amplo e tem comprimento abaixo da linha dos quadris. Costuma combinar com minis em geral e calças skinny. Para dar um ar despojado, use com as mangas arregaçadas. No verão, aposte em um blazer claro, feito de um tecido natural que favoreça a respiração. Ele é um ótimo complemento para vestidos no look de trabalho.

Jaqueta
O casaco esportivo, se for mais longo, disfarça o volume da barriga, dos braços e dos quadris. Mas nada de usar a peça um número maior achando que terá o mesmo resultado. O modelo herdado dos motociclistas tem como marca registrada o zíper frontal, às vezes, enviesado. Originalmente de couro, a peça ganhou outras versões e texturas. Seu decote em V permite combinações com blusas de golas altas, mas como sua modelagem não é acinturada, evite-a se você for muito reta. E os homens também têm várias opções...

Em Linha A
O corte estreito nos ombros e largo na altura dos quadris foi eternizado pelo estilista Christian Dior e combina com calças e saias sequinhas. Se usar colares, deixe o casaco aberto. E nada de colocar acessórios sobre a peça, que já tem gola e botões grandes.

Trench coat
Os trench coats eram um item opcional para os oficiais do exército inglês. Depois da Primeira Guerra, ele se tornou mais popular ainda por seus detalhes funcionais: aba no peito, dragonas sobre os ombros (para carregar o quepe) e cinto afivelado. Além de eterno curinga da moda, faz maravilhas por qualquer silhueta: todas podem usar. As baixinhas devem apostar na combinação com botas de cano e salto altos para alongar a silhueta. Cai bem sobre vestidos de diferentes comprimentos e calças justas. Por ser pesado, com cinto e botões, o casaco pede bolsas grandes e com poucos detalhes.

Saharienne
É o célebre casaco do estilista Yves Saint Laurent, de corte quadrado, bolsos e detalhes que parecem ter vindo direto da savana africana. Como é justo e acinturado, também fica bonito com pantalonas. Por ser de comprimento além da cintura, veste melhor sobre saltos e em quem tem pernas longas.

Spencer
É um paletó curto. Deve ser evitado por quem tem quadris largos, pois o modelo termina exatamente nessa região. Combine com saias retas e curtas, calças retas e blusas amplas.

Parka
Casaco bem esportivo, amplo e com muitos detalhes: zíperes, bolsos e barras. Como é uma peça volumosa, exige atenção: os bolsos e a barra destacam a região dos quadris. Consideradas antes muito esportivas e informais, as novas versões aparecem em tecidos nobres e criam um visual chique sobre vestido ou legging. Uma peça também para homens.

Três-quartos
Ele vai no máximo até os joelhos, com uma modelagem reta. Todas as mulheres podem usar, sem restrições. Mas para não achatar a silhueta, evite modelos muito pesados. OBS: O casaco que fica na altura do joelho é chamado de sete-oitavos (7/8).

Cardigã
É uma variação do suéter clássico, abotoado na frente. Também não tem regra sobre corpo ou idade de quem vai usar, apenas escolha um que não marque as gordurinhas. "O modelo é curinga no guarda-roupa de qualquer mulher, pois pode ser usado por cima de blusas básicas, vestidos e camisas", explica a consultora de moda e imagem Roberta Carlucci. Como é aberto na frente, permite combinações com camisas e golas. Se estiver um pouco acima do peso, abotoe-o até abaixo da linha dos seios e escolha um cinto para definir a cintura. O maxicardigã, versão mais comprida, pode ser combinado com bermudas, camisetas, tênis e bolsas grandes. Com saia curta (com ou sem meia-calça) faz o visual de passeio perfeito.

Texto: Guia de Moda do site http://msn.minhavida.com.br

 
  Retornar para o site...
 
 
Perfil
  O Blog da Cia Paulista de Moda é dedicado a quem gosta e se interessa pelo universo fashion. Fique ligado!!  
Arquivo
 
Novembro 2011
Outubro 2011
Setembro 2011
Julho 2011
Junho 2011
Maio 2011
Abril 2011
Março 2011
Fevereiro 2011
Janeiro 2011
Novembro 2010
Outubro 2010
Agosto 2010
Junho 2010
Abril 2010
Março 2010
Fevereiro 2010
Janeiro 2010
Dezembro 2009
 
 
 
Sylvia Goulart

 
  rssAssinar RSS
(O que é isso? )